SPFW Verão 13/14 // Colcci

O desfile da Colcci fechou o penúltimo dia da temporada de Verão 13/14 da São Paulo Fashion Week.

A marca apresentou a coleção passada de Verão inspirada no surfe dos anos 90 com uma cartela de cores que vai dos tons pastel, passando pelo pistache e chegando ao azul royal e aos tons flúor, como o amarelo e o laranja. Já nesta temporada ela trouxe uma coleção inspirada em uma ideia de um jardim geométrico, “Geometric Garden”; o que me fez ver alguns pontos de semelhança com algumas coleções de Verão da Lacoste. Tudo está amarrado à geometria, até mesmo numa mistura de estampas onde os florais têm base geométrica; as listras tiveram uma presença forte, o que foi apontado como um dos “hits da coleção”.

Uma coleção bem equilibrada, com calças, bermudas, shorts, camisetas, camisas, cardigãs, pulôveres, coletes, jaquetas e paletós.

Eu tenho o pensamento que menos é mais em se tratando de combinar estampas, contudo, confesso que certas combinações fizeram-me repensar isso.

Colcci_1

Colcci_2

Colcci_3

Colcci_4

Colcci_5

Colcci_6

Colcci_7

Colcci_8

Colcci_9

Colcci_10

Colcci_11

Colcci_12

 

Tchau, Ashton, oi, Paul: veja nova campanha da Colcci

0225133

A Colcci continua investindo em celebridades internacionais para suas campanhas (o que eu não acho legal, dado que no Brasil há tanta gente bonita e talentosa quanto). Anyway: a empresa agora traz Paul Walker para vestir sua coleção de outono/inverno 2013.

As fotos foram feitas por Sebastian Kim, na California, e conta com Erin Heatherton, Izabel Goulart e Thairini Garcia também. E a coleção parece bem bacana, né?

0225134

0225135

0225136

São Paulo Fashion Week Inverno 2013 – Colcci

A Colcci desfilou sua coleção inspirada em diferentes tipos de uniformes, principalmente os militares e college.

A marca mostrou um desfile em que equilibra uma imagem de moda jovem e atual com peças produzidas em larga escala, RTW.  Os looks college vieram com uma imagem mais contemporânea, com as sobreposições feitas com bermuda e legging.

O jeanswear foi trabalhado tanto na alfaiataria quanto num estilo mais casual. Ele ganha estampas de arabescos, cortes mais ajustados e detalhes de couro e vem acompanhado de peças em tecidos diferentes.

Casacos de lã pesada, de ar mais vintage, estamparia com predominância de geometria e ênfase numa cartela de cores escuras, com tons de marinho, preto, cinza, vinho, bordô e verde-militar.

Os casacos longos foram os destaques da coleção.

A escolha de Punching In A Dream – The Naked And Famous no setlist, na minha opinião, foi muito boa, porque a banda transmite uma visão jovem e “descolada”, que assemelha-se a proposta da marca.